chuva d verão

ser filha do vento não é nada fácil...
não é normal essa adoração por tempestades...
e dia 04 foi dia da
mãe das tempestades...
eu sou péssima pra datas e com tanta coisa na cabeça nesse dezembro acabei esquecendo... mas sempre tem um anjo pra lembrar.
lembrar q a fé não me cobra nada. lembrar q ela me guia nas tempestades. q devo a ela essa força q brota em mim quando sinto q os ventos estão fortes e querem bagunçar tudo. q ela me fez guerreira. q mesmo q eu não acreditasse nas 'lendas' e nos 'mitos' ainda seria filha dela. ainda seria adoradora do vento...

bom. como esqueci o dia 04 resolvi dar uma volta na praia no dia 05... meu anjo disse q ela ia me perdoar.
e lá fui eu. olhar o mar. pedir ventos q limpem minha alma. agradecer os ventos q trouxeram tantas coisas boas pra mim nesse ano. mas não ventava...achei q ela estava chateada comigo. e q se calaria. q não mais sopraria as respostas nos meus ouvidos... fiquei triste. me senti abandonada. pela minha mãe... e isso dói...

mas ao acordar nessa quinta-feira... com aquele barulho d vento forte. com o sol quente. pensei ser ela a me chamar. 'quer falar comigo ? então vá a praia... estarei lá... t esperando...'
e eu fui.
e como ela soprou...
o q me deixou confusa foi ver q o mar estava mais calmo hj com todo esse vento do q ontem...
ventos q acalmam o mar... é isso q eu preciso. ventos fortes... pra acalmar meu mar.
não resisti e mergulhei. aquele vento forte naquele mar gelado foram como bálsamo...
como curar todos os males.
resolvi andar os 7 km d praia q estão plantadas no meu quintal [e agradeci a cada metro ter um quintal desses]

e minhas preces foram ouvidas. ela me ouve ! e fala comigo !
e parece q nesse dezembro ela quis me dar mil presentes. todos hj...
primeiro aquele sol... aquele vento... aquele mar... depois ela fechou o tempo ! fez a tarde mais cinza e mais linda q eu já vi.
e o vento já me dava calafrios quando começou uma chuvinha fina... dessas q quase não molha... só pra lavar a alma..
mas parece q no vento eu ouvi 'ah, queres lavar a alma ?!?'
precisa d mais água pra lavar a alma ...
e em três segundos tudo era água. no mar. na areia...
uma chuva forte. mas tão forte q os pingos machucavam.. e q fez as pessoas correrem com um medo q eu não senti nem por um minuto...
.

-cuidado com os raios menina ! [disse um senhor q passava correndo]
-ela não tá mirando em mim [gritei sem saber se ele ouviu]
.

gargalhando enlouquecida passeando na beira do mar...
agradecendo ... agradecendo muito todos os anjos e todos os sinais [como essa chuva sem hora marcada] q recebi nesse ano TÃO IMPAR !

meia hora d espetáculo... no mínimo...
espetáculo completo ! audio-visual com cheiro !!!
o mais belo espetáculo da natureza.

ok. ok... o nascer e o pôr do sol são sensacionais... visto em um lugar desses então.
é lindo. maravilhoso. pacífico. inofensivo. divino... contato direto com os céus.
e apesar d muito previsível pelo horário marcado. tem cores e formas q mudam a cada segundo... realmente fantástico.

mãããsss... a tempestade tem o elemento surpresa q é aparecer até nas horas mais inusitadas... como belas tardes d verão.
Além d ter um cheiro diferente d tudo. sons q dão um medo e um fascinio inexplicavel. e aquela luz... q dá um frio na barriga... mas q vc tem q olhar. e é tão brilhante q vc vê aquele flash por horas... mesmo se fechar os olhos...

engraçado essa minha paixão por perigo... sei lá.
tempestade bagunça tudo. molha e desfaz coisas frágeis. assusta os fracos. acorda quem tá dormindo. sacode tudo. muda tudo d lugar. destróis pra reconstruir...
queria viver um eterno pôr-do-sol... com fragatas voando baixo. vento fresco. cheiro d mar.
mas a gente PRECISA d tempestades...
até pra aprender a respeitar a calmaria d um nascer d sol...

3 comentários:

Clementine disse...

Tempestades bagunçam até mesmo os mais estranhos animais marinhos das profundezas do mar.

não se assuste. se amanhã, nada parecer com nada.

vc sempre tão... DISPOSTA!

Colombina* disse...

Tempestades que escurecem o dia mais claros tem um poder especial sobre mim. quando elas deixam tudo negro antes mesmo de ser noite, o ar fica mais leve, mais respirável; o vento fica mais firme; nossas vidas parecem valer mais a pena!

Anna Carla disse...

Texto delicioso de ler.
Adoro a maneira como a Natureza e sua Divindade se manifestam.
O vento, o mar, a chuva, o Sol, a Lua contém as respotas para todas as perguntas basta a gente ter olhos de ver e ouvidos pra ouvir, de verdade.
Adorei te ver ontem.
Acho-te uma graça, de coração.
Gente do bem.
Beijo e semana incrível pra ti!