fim d mais um ciclo !

enfim... o ano está acabando...
enfim...
e eu vou finalizá-lo aqui... no meu mundo. na matrix q eu criei.
como no ano passado...



vou TENTAR mais uma vez usar eufemismos pra não ser tão direta e tão... agressiva. mas esse ano foi educativo ! no mínimo.
me acompanhe [quem quiser]
comecei o ano pedalando e o dia foi longo, cansativo e alucinado...
bom... definirei esse ano como longo, cansativo e alucinado...


partindo da minha 'promessa d fim d ano' q foi TODA VEZ Q EU SENTIR VONTADE D CHORAR EU VOU DANÇAR!!!

q ano...
o verão foi quente. acelerado e educativo...
aceleraaado. com muito wiskie muito energético muitos cigarros. muita endorfina.
carnaval [quicando] na xxxperience. muita vodka. muito energético. muitos cigarros. muita anfetamina.
quando o verão acabar eu paro.
vou me dedicar mais ao meu trabalho ! vou crescer com a empresa.

aprendi a não confundir amizade com trabalho. mesmo q sua melóóór amiga trabalhe com vc.
as pessoas ficam egoístas demais quando envolve dinheiro poder e status...
e a nunca contar um segredo pra uma mulher ferida !
ainda mais quando ela está confundindo a amizade com trabalho.
e assim eu aprendi q ninguém é insubstituível...
e q se t ferem por tão pouco. por vaidade. por vingancinha barata.
vc não precisa d pessoas assim com vc. como já foi dito. ninguém é insubstituivel e eu não faço falta.
out
não trato mal mas nunca mais vou tratar bem
ah daí mudei meu cabelo...
o verão acaboou com ele e eu tenho uma imagem a zelar...
ui... minhas amigas a.ca.ba.ram com o meu cabelo...
tá eu nem ligo... cresce...
o q esperar da pascoa ? algum anjo ou vira-lata pra animar a casa nova e vazia ? !?
tentei chamar aquele muleke. mas a gente já tinha finalizado essa história...
deixa isso como tá.
e do céu [quer dizer d sampa] me cai um anjo. q não é vira-lata. q tem pedigree e muito papo.
amigo da amiga... gente bonissima.
apresentei pra todos os amigos [novos e velhos] e até hj perguntam por ele...
o ano pegou embalo e eu não parei d acelerar e comecei a mirar cada vez mais alto... querer sempre as melhores noites. os melhores dias. os melhores homens...
mesmo q fosse o melhor vira-lata...
e em uma noite tudo ficou tão confuso pra mim. com tantos alucinógenos e tantos alucinados. eu não devia ter levado a sério...
só uma noite. só um perfume...
e já na beira do precipício...
corri pra longe e 'conheci' o teatro mágico ! e vi q o teatro mágico é só para raros !
e nessa direção q eu tenho q seguir... dos raros...
mas esse vira-lata reaparece. e me mostra q mesmo não valendo nada... ele tá na minha vida.
esse cheiro vai ficar na minha vida...
e mesmo entre raros eu sinto o cheiro... em um carinha raro d verdade...
e em maio... eu namorei d brincadeira... mas adorei...
não sei se foi o cheiro a noite. ou se foi o john mayer d manhã. mas valeu cada segundo.
gente rara q mesmo q não fique pra sempre não sai nunca mais sabe...
muita coisa nos separava. por isso a brincadeira. a longo prazo isso é praticamente inviável...
então...
vamo q vamo...
tira o vira-lata da cabeça q ele só passou tbm... não é pra sempre...
e esse vira-lata não pode atrapalhar o meu sono.
basta !
e pra esquecê-lo... só dançando... como o prometido...
e passei quase todo o inverno entre trabalhar e dançar... dançar e trabalhar...
quase q sequencialmente...
fiz graaandes amigos nesse ano q sei q vou levar pra sempre. alguns mais perto. outros mais longe.
mas conheci muuuita gente bonita. rara e interessante.
fiz mais tattos... mostrei q sou boneka e q vivo a vida...
e...
marquei esse mulekinho em mim... junto com meu afilhado [hihi]
inverno agitado viu. marcante.
depois eu reencontrei o homem errado da minha vida...
aquele q sempre me tirou do chão só d me olhar d longe.
aquele q não me deixa dizer não a nada.
aquele q vive da maneira mais louca q uma pessoa pode viver.
e ele reaparece diferente... um pouco diferente...
mas na essência todos as pessoas não mudam. e sempre vamos bater d frente.
e sempre vamos querer coisas diferentes.
e dessa vez foi eu quem se afastou.
se não é pra ser. não será.
foi muito bom esse reencontro.
um caminho a menos pra me confundir. foi lindo. mas estamos indo em direções opostas... então... boa viagem.
e mais uma vez acelerei e fui pra longe d muita coisa. d muita gente...
mas me aproximei d pessoas apaixonantes... e eu sempre me confundo com isso...
fiz algumas escolhas erradas. mas as coisas tinham q ser assim... eu acho...
a gente acerta até quando erra... eu acho...
e o mundo nããão parou d girar...
e me trouxe d volta aquele vira-lata...
pra me fuder d novo...
voltei a me perder. a ver o invisível a acreditar em destinos. em sinceridade. em liberdade.
liberdade d vira-latas.
e eu vou deixá-lo livre. afinal nem meu ele é.
e o meu homem.. o homem certo da minha vida toda me chamou... d volta...
e d novo tive q repetir q quando eu vou embora eu não volto.
q nosso pra sempre virou nunca mais...
tudo numa segunda feira gigante...
q eu ganhei uma gatiiinha...
a mallory.
e quem veio conhecer minha gata vira-lata ?!?
aquele vira-lata...
q a partir d agora vai ser meu vira-lata !
q vive na rua... é verdade... mas q não foge dos meus carinhos e responde aos meus assovios...
e foi aí q eu me machuquei... d novo...
mas eu aprendi q mais uma vez... a gente não pode contar um segredo pra uma mulher magoada...
neeem pra uma mulher q NÃO está magoada.
guarde os teus diamantes com vc !
ser sincera. mas a minha vida é minha.
e a propaganda é a alma do negócio.
mas aprendi q sinceridade é um dom d vira-latas...
e q a verdade jamais seria dita por uma mulher magoada. ou até não magoada. por ela.
eu sabia disso... eu tinha certeza disso.
q pena... mais uma vez a vaidade... a fogueira...
me expulsando...
bom. aprendi q quem acende fogueiras sempre se queima... e eu não chego nem perto dessas fogueiras...
vc não precisa d pessoas assim com vc. como já foi dito. ninguém é insubstituivel e eu não faço falta.
out
não trato mal mas nunca mais vou tratar bem.

mas e esse vira-lata hein.
vai sair da minha vida ou não ?!?
tenho q resolver isso esse ano...
quem sair não volta...
ele ainda não decidiu a vida dele... e o q eu faço ?!?
espero ?!?
não... vivo a vida...
ele disse com todas as letras q é meu vira-lata... e q é d rua...
mas é sincero...
pessoas assim eu não preciso q fique longe.
vou deixar essa pendência... não preciso ter certeza do q acontecerá...
tenho certeza do q aconteceu...
q venha 2008.
q eu me afaste [d vez] das fogueiras. q eu tenha um caminho raro...
cheio d gente rara. q tenha luz e sinceridade nos olhos.
e q o lixo escorra pelo esgoto.
q 2008 seja sereno... pro meu corpo e pra minha mente.
2007 me ensinou muita coisa q eu vou levar pra minha vida toda.
e eu só posso agradecer aos professores.

...contando as horas...

e esse ano q não acaba...
o problema não é ele não acabar... é ele acabar comigo...
cada segundo muda uma direção. uma visão. uma postura.
se eu não morrer esse fim d ano alguma coisa em mim morrerá.

minhas palavras já morreram. não sei nem o q pensar q dirá o q escrever...

*
mais cazuza...

depois que eu descobri que era triste
as tardes ficaram mais azuis.
eu descobri. Eu sou triste !
depois que eu levei porrada.
que os urubus se mostraram
depois da ingenuidade.
entrei numa fase estranha...
não reviro cores.
não explodo a luz.
estou sentado esperando...
como os velhos palhaços do blues...
o namorado que levou um bolo...
um garoto perdido dos pais...

e mais conversas raras me mostrando q o ódio pode ser poético...

A ÍNDOLE DA MULTIDÃO

há suficiente traição. ódio. violência.
absurdo no ser humano comum.
para abastecer qualquer exército a qualquer momento.
e os melhores assassinos são aqueles
que pregam contra o assassinato.
e os melhores no ódio são aqueles que pregam AMOR.
e os melhores na guerra - enfim - são aqueles que pregam paz.
aqueles que pregam Deus precisam de Deus...
aqueles que pregam paz não têm paz.
aqueles que pregam amor não têm amor...
cuidado com os pregadores !
cuidado com os conhecedores.
cuidado com aqueles que estão sempre lendo livros.
cuidado com aqueles que ou destestam a pobreza ou orgulham-se dela.
cuidado com aqueles rápidos em elogiar.
pois eles precisam de louvor em retorno.
cuidado com aqueles que são rápidos em censurar:
eles temem o que desconhecem.
cuidado com aqueles que procuram constantemente multidões.
eles não são nada sozinhos.
cuidado !
o homem vulgar...
a mulher vulgar...
CUIDADO com o amor deles !
seu amor é vulgar. busca vulgaridade.
mas há força em seu ódio...
há força suficiente em seu ódio para matá-lo.
para matar qualquer um.
não esperando solidão.
não entendendo solidão...
eles tentarão destruir qualquer coisa que difira deles mesmos...
não sendo capazes de criar arte. eles não entenderão a arte...
considerarão seu fracasso como criadores apenas como falha do mundo.
não sendo capazes de amar plenamente
eles acreditarão que seu amor é incompleto...
então te odiarão !
e seu ódio será perfeito...
como um diamante brilhante...
como uma faca... como uma montanha...
como um tigre...
como cicuta...
sua mais refinada ARTE...
*
bukowski


'eu não moro mais em mim'




enquanto eu não apareço por aqui
enquanto eu estiver ouvindo where is my mind
enquanto eu espero a tempestade se afastar
vou plagiar
achei esse cara no blog da colombina
gostei dele...





collombina


'divirto-me jorrando palavras soltas
sem sentido ou não, dedicadas ao todo, ou ao nada
minhas lacunas expostas, e eu q já não sou
a falta q eu não faço, lugares aonde não estou
essas são pra vc
fora todas q eu vou negar
omitir, as q vou mastigar
ou simplesmente engolir
e as q disse em demasia, q por ventura esvaziei
mas essas são pra vc
ilimitado até então tão simples e sem definição
minha patologia, vício. complemento, contraparte
contradição, contraste. pinguins desajeitados
verde folha e tempestade
não para. simplesmente não para d arder
ainda assim... essas são pra vc

*boa noite meu amor. q nosso pra sempre dure muito'

minha vó já dizia: o q arde cura...



todo ano é isso...


o fim do ano me joga ao inferno... e por vezes... d lá... posso ver as estrelas...


me dói não sentir dor...


ter surtos calmos... com uma classe q eu nunca tive [it´s evolution baby ?!?]


perder alguém q está na minha vida a 10 longos anos e não sentir tanta dor... chorar só d raiva... não d dor...

cansei dessa vidinha d segredos e mentiras...
segredos tão secretos... e tão ridículos q por vezes envolvem SÓ um isqueiro branco...
e mentiras tão... escrotas... q para serem mantidas. por vezes. usam o nome d uma criança pra q algum otário acredite...

o bom é q consigo ver a MINHA evolução... a MINHA mutação...

não sofro com pequenezas. não me desespero com perdas. não me preocupo com o q parece.
quero só o q é...

tanta gente nova na minha vida... q já me dá tanto valor...
e tanta gente q ainda está na minha vida... e ainda não sabe q sou diferente. q [sim] sou rara...
não vou mais escrever sobre a
fogueira das vaidades... gasta muito a minha energia...
e minha energia hj está em CONSTRUIR !!!

'casa boa não é a que mais se limpa, e sim a que menos se suja.'
vou cuidar da minha casa !
minha
qualidade d vida
da minha vida.
do meu destino.
lembro q meu 'projeto' nesse ano IMPAR era d dançar toda vez q eu tivesse vontade d chorar...
viu como foi o ano né... quase uma bailarina... hihihi
esse ano o 'projeto' é me afastar D VEZ dessas fogueiras...
vou continuar tentado levantar voo. tentar ser sábia... com o coração... não com o cérebro...
'sabedoria se encontra no coração.. e não na cabeça..
tanto que muitos intelectuais.. não são sabios
não lidam com a vida.. vivem na fortaleza de seus conhecimentos
de suas memorias...'

essas conversas
RARAS no msn tem me feito tão bem...
anjos !!! quantos anjos eu tenho !!!

quantas coisas esse
circulo já me fez passar não é mesmo... essas AMIZADES...
parece q eu sempre ando em circulos... dentro desse circulo... q eu juro... eu vou sair...

agora música !!!

agora eu vou cantar pros miseráveis !!!
que vagam pelo mundo derrotados...
pra essas sementes mal plantadas que já nascem com cara de abortadas...

pras pessoas de alma bem pequena remoendo pequenos problemas...
querendo sempre aquilo que não têm...
pra quem vê a luz. mas não ilumina suas minicertezas.
vive contando dinheiro... e não muda quando é lua cheia !

PRA QUEM NÃO SABE AMAR !!!

fica esperando alguém que caiba no seu sonho...
como varizes que vão aumentando... como insetos em volta da lâmpada !!!
vamos pedir piedade: Senhor, piedade !!!
pra essa gente careta e covarde !!!
vamos pedir piedade: Senhor, piedade !!!
lhes dê grandeza e um pouco de coragem !

quero cantar só para as pessoas fracas...
que tão no mundo e perderam a viagem...
quero cantar o blues com o pastor e o bumbo na praça.
vamos pedir piedade ! pois há um incêndio sob a chuva rala
somos iguais em desgraça. vamos cantar o blues da piedade...
vamos pedir piedade: Senhor, piedade !!!
pra essa gente careta e covarde !!!
vamos pedir piedade: Senhor, piedade !!!
lhes dê grandeza e um pouco de coragem !

[cazuza... sempre...]

I guess i was born... naturally born bad...

meados d dezembro...
e eu...

só consigo pensar na energia elétrica q é gasta com
tantas luzes...
só consigo ouvir
marilyn manson...
só consigo ver
natural born killers...
só consigo falar um segundo antes d pensar...


dezembro já está na metade e ainda falta tanta coisa acontecer...
o ano não acaba nunca...
mad mad mad

sad sad sad
bad bad bad

ah a gata foi rebatizada...



não se chama mais meg... meg é doce. ela não é doce... agora ela se chama... Mallory Knox ! mas eu ainda chamo d vadia !!!


é... dezembro me fode...
me deixa fodida...



mas adoro os hiperlinks...

...acho q eles falam por mim...

[born bad... born bad...

its such a sin...

I guess i was born... naturally born bad...

don't wanna be born bad

most fun i've never had

you know its such a sin

I'll never be the same again

I'm naturally born to be bad as a girl can be

you know its such a sin

I'll never be the same again

...I guess i was born... naturally born bad...]

viciada em poemas cigarros e cafés...


mas aqui vai o meu berro
me rasgando as profundas entranhas
de onde brota o estertor ambicionado.
quero abarcar o mundo
com o terremoto causado pelo grito.
o clímax de minha vida será a morte.
quero escrever noções
sem o uso abusivo da palavra.
só me resta ficar nua:
nada tenho mais a perder.
[quero escrever o borrão vermelho de sangue]



se as coisas são inatingíveis... ora!
não é motivo para não quere-las...
que tristes os caminhos, se não fora
a magica presença das estrelas!
[das utopias]



tudo imóvel . . .
serenidades . . .
que tristeza, nos sonhos meus!
e quanto choro e quanto adeus.. neste mar de infelicidades!

[depois do sol]


hoje somos mais vivos do que nunca.
mentira. estarmos sós.
nada, que eu sinta, passa realmente.
é tudo ilusão de ter passado.

[não passou]



morrer sem deixar porventura uma alma errante...
a caminho do céu?
mas que céu pode satisfazer teu sonho de céu?
morrer sem deixar um sulco, um risco, uma sombra.
a lembrança de uma sombra.
em nenhum coração. em nenhum pensamento.
em nenhuma epiderme.

[morte absoluta]

sad sad sad...
apaguem logo essas malditas luzes q assim eu volto a dormir !

dance bem... dance mal... dance sem parar...

...todo dia é isso agora...
*


temporada ...
.
... anunciando a chegada do verão...

.

'toda brincadeira... não devia ter hora pra acabar
e toda quarta-feira ela sai sem pressa pra voltar...
esmalte vermelho. tinta no cabelo...
os pés no salto alto. cheios de desejo...
vontade de dançar até o amanhecer...
ela está suada. pronta prá se derreter...'
.

bom fim d semana geeente...
>.<

... sinceramente ...

é verdade... vc vai sumir... d novo... como disse q iria...
é... vc disse q iria e eu acreditei.
acreditei pq acredito na sua sinceridade. por isso a risada quando vc disse q não queria me iludir...
como me iludir com alguém tão sincero ? q desde o primeiro beijo me avisou q era problema... q não queria me machucar. q me pediu pra ficar longe... q avisou sobre o ‘inferno nas estrelas’...
mesmo já t conhecendo há tempos não imaginei q seria tão especial pra mim. q me tiraria do sério... tiraria todo o meu ar. o meu chão. q teríamos tanto e tão pouco. e q ainda assim não me machucaria.
não sei se é por saber q vira-latas como vc não tem como ‘dona’ uma vira-lata como eu. ou por saber q somos tão parecidos.
mas sabia q seria meu d algum jeito. mesmo q meu segredo. mesmo q só por uma[s] noite[s]...
não sei se foi a química do teu beijo. ou a audácia d jogar aquele perfume em mim. ou a pretensão d avisar q me atropelaria. mas alguma coisa em ti me fez tua. tua vira-lata. me fez cometer as ‘loucuras’ q eu sempre me podei d fazer. me deu uma liberdade louca d não me preocupar com ‘aparências’ e me sentir a mais vadia e a mais respeitada do mundo.
e mesmo assim não me machucou... logo eu... tão cheia d armaduras e armadilhas...
não consegui mentir nem um minuto pra vc. consegui mentir pra minha melhor amiga. pra minha mãe. até menti pra mim. mas pra vc fui sincera.
vc me pediu pra contar como ficamos a primeira vez e me fez pensar nas outras vezes...
no dia q vc lavou e passou minha camisa naquela festa... e da noite q tivemos depois. e fui sincera quando vc me perguntou o q eu era tua...

e estou sendo sincera agora...
agradecendo tua sinceridade. teu carinho. teu respeito.
pode aparecer quando doer suas costas viu. eu gosto d ti d graça !
nunca vou t cobrar nada ! tudo q eu tenho é pq eu mereço. não por cobrança. e tudo q eu quero d ti é essa sinceridade. só essa sinceridade...
e quero pedir pra não ter medo d mim... pq eu não tenho medo d vc.
sei o q vc gosta em mim. sei o q vc quer comigo. e sinceramente... não
me importa !

só fico triste d ver a cara d saudade dessa gata vadia... esperando teu pé pra deitar...
humpf

V






















será q fui sincera demais em mandar isso pra ele ???

chuva d verão

ser filha do vento não é nada fácil...
não é normal essa adoração por tempestades...
e dia 04 foi dia da
mãe das tempestades...
eu sou péssima pra datas e com tanta coisa na cabeça nesse dezembro acabei esquecendo... mas sempre tem um anjo pra lembrar.
lembrar q a fé não me cobra nada. lembrar q ela me guia nas tempestades. q devo a ela essa força q brota em mim quando sinto q os ventos estão fortes e querem bagunçar tudo. q ela me fez guerreira. q mesmo q eu não acreditasse nas 'lendas' e nos 'mitos' ainda seria filha dela. ainda seria adoradora do vento...

bom. como esqueci o dia 04 resolvi dar uma volta na praia no dia 05... meu anjo disse q ela ia me perdoar.
e lá fui eu. olhar o mar. pedir ventos q limpem minha alma. agradecer os ventos q trouxeram tantas coisas boas pra mim nesse ano. mas não ventava...achei q ela estava chateada comigo. e q se calaria. q não mais sopraria as respostas nos meus ouvidos... fiquei triste. me senti abandonada. pela minha mãe... e isso dói...

mas ao acordar nessa quinta-feira... com aquele barulho d vento forte. com o sol quente. pensei ser ela a me chamar. 'quer falar comigo ? então vá a praia... estarei lá... t esperando...'
e eu fui.
e como ela soprou...
o q me deixou confusa foi ver q o mar estava mais calmo hj com todo esse vento do q ontem...
ventos q acalmam o mar... é isso q eu preciso. ventos fortes... pra acalmar meu mar.
não resisti e mergulhei. aquele vento forte naquele mar gelado foram como bálsamo...
como curar todos os males.
resolvi andar os 7 km d praia q estão plantadas no meu quintal [e agradeci a cada metro ter um quintal desses]

e minhas preces foram ouvidas. ela me ouve ! e fala comigo !
e parece q nesse dezembro ela quis me dar mil presentes. todos hj...
primeiro aquele sol... aquele vento... aquele mar... depois ela fechou o tempo ! fez a tarde mais cinza e mais linda q eu já vi.
e o vento já me dava calafrios quando começou uma chuvinha fina... dessas q quase não molha... só pra lavar a alma..
mas parece q no vento eu ouvi 'ah, queres lavar a alma ?!?'
precisa d mais água pra lavar a alma ...
e em três segundos tudo era água. no mar. na areia...
uma chuva forte. mas tão forte q os pingos machucavam.. e q fez as pessoas correrem com um medo q eu não senti nem por um minuto...
.

-cuidado com os raios menina ! [disse um senhor q passava correndo]
-ela não tá mirando em mim [gritei sem saber se ele ouviu]
.

gargalhando enlouquecida passeando na beira do mar...
agradecendo ... agradecendo muito todos os anjos e todos os sinais [como essa chuva sem hora marcada] q recebi nesse ano TÃO IMPAR !

meia hora d espetáculo... no mínimo...
espetáculo completo ! audio-visual com cheiro !!!
o mais belo espetáculo da natureza.

ok. ok... o nascer e o pôr do sol são sensacionais... visto em um lugar desses então.
é lindo. maravilhoso. pacífico. inofensivo. divino... contato direto com os céus.
e apesar d muito previsível pelo horário marcado. tem cores e formas q mudam a cada segundo... realmente fantástico.

mãããsss... a tempestade tem o elemento surpresa q é aparecer até nas horas mais inusitadas... como belas tardes d verão.
Além d ter um cheiro diferente d tudo. sons q dão um medo e um fascinio inexplicavel. e aquela luz... q dá um frio na barriga... mas q vc tem q olhar. e é tão brilhante q vc vê aquele flash por horas... mesmo se fechar os olhos...

engraçado essa minha paixão por perigo... sei lá.
tempestade bagunça tudo. molha e desfaz coisas frágeis. assusta os fracos. acorda quem tá dormindo. sacode tudo. muda tudo d lugar. destróis pra reconstruir...
queria viver um eterno pôr-do-sol... com fragatas voando baixo. vento fresco. cheiro d mar.
mas a gente PRECISA d tempestades...
até pra aprender a respeitar a calmaria d um nascer d sol...

you don´t miss me... I know...

ele me chamou... e disse q ia sumir... d novo... mas ele vai voltar... ele é meu... e sabe q eu sou dele...

strokes
I don't wanna waste your time...
I don't wanna waste your time...
I just wanna say
I've got to say...
We worked hard... darling.
We don't have no control.
We're under control !
I don't wanna do it your way.
I don't wanna do it your way.
I don't wanna give it to you. your way.
I don't wanna to know...

I don't wanna change your mind...
I don't wanna change the world.
I just wanna watch you go by.
I just wanna watch you go by.
We were young... darling.
We don't have no control.
We're out of control.

I don't wanna do it your way.
I don't wanna do it your way.
I don't wanna give it to you. your way.
I don't wanna to know...
I don't wanna change your mind.
I don't wanna waste your time.
I just wanna know you're alright...
I've got know you're alright.
You are young... darling.
For now. but not for long...
under control.

some people are like mondays


  1. sim eu fui embora...
  2. como eu disse q ia...
  3. ... eu disse q ia...
  4. eu avisei q se eu fosse era pra nunca mais voltar.
  5. nunca mais é muito tempo. vc disse.
  6. e mesmo assim escolheu ficar longe d mim... até nunca mais...

achou q era um blefe ? achou q eu ia mentir pra vc ? q era mais uma das minhas frases desesperadas implorando pra q não me largasse a mão ?

...eu disse...

disse tudo q sentia e tudo q queria. d maneira bem desconexa. é verdade. mas disse.

soluçando q nem criança. disse q t amava. e q vc era o homem certo da minha vida inteira. disse q eu mudava. mudava o q vc quisesse seria quem vc quisesse. viveria como vc quisesse.

-não quero t machucar.

-então não machuque !

não separe minha vida assim... com e sem vc... não me obrigue a voltar a fumar... não me deixe noites em claro. não me deixe deitar no chão e ouvir blues. e chorar... até sentir escorrer minha alma junto com as lágrimas. não me deixe... não me deixe aqui... só comigo...

eu mudei ! mudei pra vc ! mudei por vc.

agora volte... [eu disse] agora volte e cuide d mim. sou tua mulher esqueceu...

esqueceu o caminho d volta ? esqueceu q nunca mais é muito tempo ?

muito tempo pra esperar... e eu não tenho paciência... eu me adapto. volta antes vai. volta agora...

não deixe q eu me perca...

[...]

me perdi...

perdi a alma [q escorreu com as lágrimas]

perdi o trabalho

perdi a paz

perdi o senso

...e achei tanta coisa...

achei q nunca mais voltaria a ficar d pé. achei q nunca mais ia esquecer teu cheiro. achei q toda vez q eu ouvisse ONE eu ia sangrar. achei q nunca mais ia passar aquela dor... daquela segunda-feira... achei q ela ia ocupar teu lugar dentro d mim. um lugar gigante. q eu achei q nunca mais ninguém iria ocupar...

achei q nosso pra sempre jamais se transformaria em nunca mais...

-quanto tempo vcs namoraram ?

-seis anos e meio...

-é mesmo ?

-aham.

-e quanto tempo vcs estão separados ?

-dois anos...

-mas depois q vcs desmancharam... nunca mais...

-nunca mais !

-mas nem um...

-nunca mais... depois daquela segunda-feira... nunca mais !

EUfemismos suRREAIS

por favor... ouça o video ao ler tudo isso...






Dezembro mal começou e começou tão bem...

Bem... confuso...

o 1º fim d semana foi bem surreal...

a 1ª segunda feira foi bem atípica !

ainda é dia 3 e ficaria a noite toda pra contar como meu mundo já girou... e ainda assim não teria palavras.

dezembro se mostra otimista...

vozes me dizem 'deixe a vida te levar pra onde vc precisa ir...'

dezembro em 3 dias mudou alguns rumos. me mostrou caminhos novos. e me forçou a fechar antigos.

me deixou mais perdida do q eu já estava.
me mostrou q sou mesmo uma vadia. q tem um coração q já não sente nada...

q quer seguir o novo caminho... mas q esta pouco ligando se é longo... ou se é curto. ou se é o SEU caminho... dane-se !

-mas e se...

-mas e daí...

'já não sinto amor nem dor... já não sinto nada !'

se meu novo caminho não me levar a lugar algum... ainda assim irei faze-lo... até o fim. seja o fim aonde for.

'viajaria a prazo pro inferno'só pelo gosto das estrelas... efêmeras estrelas...

se o velho caminho era o mais certo. se o velho caminho era o meu lugar. era meu refúgio. pq eu fui pra tão longe ? pq me soltaram a mão ? e fugiram ? e deixaram q eu me perdesse...

e pq acharam q eu ficaria lá esperando e procurando por tanto tempo... pq ...

pq eu já não sinto nada ?!?

certamente era esse o caminho mais fácil. já tá trilhado. já é meu... quer dizer. já foi meu... não é mais...

hj eu só tenho um desejo. q chamam d delírio. d sonho. d ilusão.

eu chamo d vira-lata. e eu só espero ele me chamar...

eu e meu vira-lata... meu vira-lata e eu...

'meu' gatinho branco é lindo né...
e é meu !!!

mas a partir d agora vou dizer q 'ele mora com o pai'... [q eu também adoro adorar]
eu sou a mãe...
.

miau...
.

gata vira-lata...
q não precisa d coleira. q por mais longe q vá sempre sabe voltar pra casa. q sabe quem merece seus mimos e quem merece suas unhadas. q não se esforça pra agradar ninguém. q sente prazer em ignorar alguns... q sente prazer em atormentar outros... q vive sendo mimada... e por vezes chutada...
...vira-lata as vezes sofre... se vinga. mas sofre...
q tem suas sete vidas e usa todas d uma só vez...
é dezembro já... e o sol brilha forte nesse domingo.
posso dizer q esse foi meu primeiro presente d natal...
poder dizer q o shino é meu [morra d inveja
pequena... MEU gatinho branco !!! muito mais lindo !!!]

agora só falta aquele cachorro... vira-lata... q morde sem latir. q rosna só d ver uma coleira... mas é muito obediente [quando quer]. e pretencioso...
q mesmo sendo bem vira-lata. bem d rua. quer pedigree...
tsk tsk tsk

gatos. cachorros. homens. mulheres.
não sei ao certo o q somos.
mas somos muito iguais. e muito diferentes.
mas uma coisa é certa.
ele é meu vira-lata... e eu sou a vira-lata dele...
.

[porém... já nascemos livres...]

doce novembro ?!?


quem diria...

doce novembro...


q traga um doce dezembro...


bem atípico mesmo...

bem IMPAR...

como eu pedi !



cada um tem seus milagres...
pra fugir...
cada um tem seus milagres...
pra insisti pra não ouvir...
cada um tem seus milagres....

segredos e mentiras...


can you keep secret ???

can you be MY secret ???

do you want it ?


no...

I don´t want it...

but I want you...

and if that´s the way it is...

I´m here... to be yours...

...whatever you want...

[You're so fucking special... I wish I was special]


não sou muito conhecida por guardar segredos...
mas alguns segredos devem ser mesmo secretos...
pq não sou eu quem decide a minha vida...
mesmo quando eu quero... não é como eu quero...

é como tem q ser...
...mas tem q ser...
... tem q ser...


nem sempre sôo verdade
às vezes me escondo em palavras
às vezes me revelo em palavras
*
às vezes silêncio
e palavras tilintam dentro de mim
rodopiam em ciranda de segredos
*
algumas me tocam os lábios
e fogem
e fogo
e ardem
*
algumas me tocam os dedos
e fogem
e fogo
e ardem
*
escrevo
segredos da onda gigante
que irá me engolir
*
e depois do sal
o sol

só um poema só... só uma música... só...



Eu sou...
Só ser...
Ser Eu...
Ser Só...

Sós somos...
Sem ser...
Pois sendo...
Somos!



by só um poeta só.
.
Minha música não quer ser útil... Não quer ser moda...
Não quer estar certa...
Minha música não quer ser bela... Não quer ser má...
Minha música não quer nascer pronta...
Minha música não quer redimir mágoas... Nem dividir águas...
Não quer traduzir. Não quer protestar...
Minha música não quer me pertencer...
Não quer ser sucesso. Não quer ser reflexo. Não quer revelar nada...
Minha música não quer ser sujeito...
Não quer ser história. Não quer ser resposta. Não quer perguntar...
Minha música quer estar além do gosto...
Não quer ter rosto. Não quer ser cultura...
Minha música quer ser de categoria nenhuma...
Minha música quer só ser música.
Minha música não quer pouco...
*
[obrigada anjo ! q cuida da minha insônia... q se preocupa comigo... q pergunta. q responde. e me tira da inércia... q me ensina q princesa não precisa d coroa e q nem toda vadia é sem coração]

KEEP ON MOVIN´

when you feelin' down...
when you feel you need to get a way...
you can just fly away...
when you feelin' low...
when you feel you need to get a way...
You can just fly away...
I feel the world...
Is gonna insane...
If you feel the sun...
You can just fly away...


tá eu sei... tá ficando repetitivo... mas e agora...
quando a gente não tem o q escrever a gente inventa né...
tem gente q escreve receita d bolo. tem gente q comenta filme.
eu escrevo música...
e ainda mando o video...
hihi
[...]



como resistir...

o mundo gira... o mundo é pequeno... e o mundo é meu...
o meu mundo.


'DEUS ME DÁ TUDO Q EU QUERO QUANDO ELE QUER' diz um amigo.

e é verdade. mas eu quero tudo. ao mesmo tempo. agora.

não consigo não ficar nervosa perto dele... ainda mais enquanto ele a beija.
minha mão sua. eu perco o controle. começo a ter uns 'chiliques internos' q se expressam com uma mão fechada. ou um serrar d dentes. um gole gigante.
é fato. me sinto dele. e ela me incomoda.

mas eu sou uma mulher forte ! sei me controlar mesmo bêbada numa festa.
mesmo vendo como ele me olha por detrás dela... e como ela nota e faz d tudo pra chamar a sua atenção.
mesmo quando ele não disfarça e acende meu cigarro enquanto eu peço isqueiro pra todos MENOS pra ele.

mas ele é vira-lata... ele não sabe se comportar... e mais uma vez me segue... e me olha com aquele sorriso...
e diz q me quer ! e q me quer agora.
como ser forte ? como ter classe ? como não dizer eu quero mais ?
-mas e ela ???

-eu t pego !

-eu duvido !

basicamente foi isso...
não me deu tchau... me disse no ouvido -em 15'' na porta !
eu não respondi... não consegui... nem sim nem não... só um sorriso enquanto ele me olhava... e ia atrás dela em direção a porta.
foram 15'' d dúvida.
quero q ele me ame. e ele quer me fuder !
eu não quero assim. mas eu quero tanto. e quero agora.
quando eu sai ele já estava lá.
não foi diferente. foi complicado e perfeitinho. como das outras vezes...
mas foi sincero...
foi tudo muito sincero.
-não gostei desse perfume novo... [aposto q foi ela q escolheu]


ainda bem q já estava em pé...
mas parece q fiquei esse tempo todo esperando por ele...
perto daquela curva...



Eu dizia "Apareça"... Quando apareceu não esperava...
Um dia me beijou e disse: "Não me esqueça"...
Foi embora... E só esqueci, metade...
Que bom que eu não tinha um revólver...
Quem ama mata mais com bala que com flecha...
Ela deixa um furo. E a porta que abriu jamais se fecha...
Nada disso tem moral nem tem lição...
Curto as coisas que acendem e apagam. E se acendem novamente em vão...
Será que a gente é louca ou lúcida? Quando quer que tudo vire música?
De qualquer forma não me queixo...
O inesperado quer chegar... Eu deixo...
E a gente faz e acontece nessa vida...
Nessas telas... Nessas bagatelas...

[parece até q essa música chamou essa situação... e a situação chamou a música]

entre anjos e demônios


é difícil ver uma cena dessas e continuar odiando o natal...
mas eu odeio...
lembro q no natal passado pedi um ano IMPAR e d fato está sendo...
bem diferente do ano passado sem sombra d dúvidas.
não sei se melhor... nem pior... mas diferente.
pessoas diferentes. lugares diferentes. tatuagens diferentes.
anjos... demônios... diferentes...
todos muito bem alimentados por mim.
anjos q mesmo longe me arrancam sorrisos e lágrimas. q me acordaram com música. q cuidam da minha insônia. q aparecem uma única vez e mudam todos os meus planos. q me fazem serenatas. q criam links eternos. q me ensinam a vencer a inercia [decolando]. q pensam com o cérebro e sentem com o coração...
demônios q se fingem d anjos. q roubam minhas idéias. q lutam com meus anjos... e por vezes ganham.
'd qualquer forma não me queixo... o inesperado quer chegar... eu deixo...'
na foto eu tenho meu anjo mais lindo...
q é apaixonada por essa árvore... demoniaca...

just like garbage !

...


When you were here before...
Couldn't look you in the eye.
You're just like an angel...
Your skin makes me cry.
You float like a feather. in a beautiful world...
I wish I was special... You're so fucking special...
But I'm a creep ! I'm a weirdo.
What the hell am I doing here? I don't belong here.
I don't care if it hurts...
I want to have control.
I want a perfect body... I want a perfect soul...
I want you to notice. when I'm not around.
You're so fucking special... I wish I was special...
But I'm a creep ! I'm a weirdo.
What the hell am I doing here? I don't belong here.
She's running out again... she's running... she run, run, run, run, run.
Whatever makes you happy... whatever you want.
You're so fucking special... I wish I was special...
But I'm a creep ! I'm a weirdo.
What the hell am I doing here? I don't belong here.
I don't belong here.